Corregedoria investiga a fuga de seis presos do Hospital Nina Rodrigues

Após a fuga de seis pacientes do Hospital Nina Rodrigues na tarde de terça-feira (6), a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) informou que um procedimento administrativo foi instaurado na Corregedoria do Sistema Penitenciário do Maranhão para apurar questões sobre a fuga.

Na manhã desta quarta-feira (07), a PM continuou com as buscas para recapturar os fugitivos. Dois deles foram encontrados, Karlenylson Barros da Silva e Charles Miller Nascimento de Sousa foram presos em um apartamento no bairro da Fé em Deus.

De acordo com a presidente da Comissão de Política Criminal e Penitenciária da OAB, será cobrado explicações do Estado e da direção do hospital psiquiátrico sobre falhas na segurança dos presos. “Nós sabemos que em todo o país existe um sobrecarregamento muito grande a cerca de quem está custodiado em qualquer estado brasileiro e provavelmente lá não deve ser diferente. Além de existirem as pessoas que vão fazer tratamento, existem também as pessoas custodiadas do estado que estão em tratamento psiquiátrico ou psicológico. Não existe um hospital próprio dentro do sistema prisional para que essas pessoas possam ser tratadas de forma específica, a partir daquilo que elas possuem quando tem deficiência ou algum tipo de problemática”, explicou.