STJ arquiva investigação sobre Reinaldo Azambuja, governador de Mato Grosso do Sul

Superior Tribunal de Justiça(STJ) arquivou, por unanimidade, nesta quarta-feira (24) investigação aberta no ano passado sobre o governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), por suspeitas de corrupção e lavagem de dinheiro. O caso foi analisado pela Corte Especial do STJ.

O inquérito apurava um suposto recebimento de propina em troca de benefícios fiscais para uma empresa no estado. O próprio Ministério Público, no entanto, não encontrou provas de envolvimento do tucano e recomendou o arquivamento do caso.

Em nota, a defesa de Azambuja disse que o tribunal reconheceu a ausência de elementos mínimos para a continuidade do caso.

“A decisão restabelece a verdade com relação aos fatos, demonstrando a ausência de participação do governador em qualquer ato ilícito”, disse o advogado Gustavo Passarelli.